Interlive BR

Paradigma, seu conceito e alguns exemplos

Você sabe o que é paradigma? Sabe quais exemplos de paradigmas podem ser considerados? E como esse conceito está mais presente do que você pode imaginar na sua vida pessoal e profissional?

É este o tema do texto de hoje. Explicaremos o que é esse conceito e apresentaremos alguns exemplos deste termo que ficou popular no livro de Thomas Kuhn, “Estrutura das Revoluções Científicas”.

Para ele, quando um conjunto de valores, crenças e técnicas passa a ser aceito e disseminado por um grupo de cientistas, ele se torna um paradigma.

Ampliaremos a discussão sobre este conceito para que fique claro como ele está presente e, vez ou outra, é “quebrado” ou “mudado”.

O que é Paradigma?

Segundo o dicionário, é algo que serve de exemplo geral, de modelo, um padrão. Isso quer dizer que eles apresentam conjuntos de ideias e modelos de enxergar o mundo.

Em geral, esse padrão é seguido por um grande grupo de pessoas como referências, ou regras, leis fundamentais.

Nesse contexto, as áreas do conhecimento apresentam seus paradigmas específicos. Eles podem ainda ser alterados com o tempo e a mudança de visão de mundo que a sociedade considera mais relevante em cada época.

Essa mudança é muito comum quando observamos o comportamento social e o que é aceito. Nas empresas, isso também acontece conforme vemos o desenvolvimento tecnológico e de novas metodologias de trabalho, por exemplo.

Quantas vezes ouvimos falar em “quebra de paradigmas”? É justamente essa nova visão que quebra o padrão antigo. De tempos em tempos, essa “quebra” pode acontecer em diversas áreas do conhecimento, nas ciências, na sociedade e nas organizações.

Exemplos de paradigma

Para entender de maneira mais prática como ele está presente em nossos modelos e padrões, na forma como vemos o mundo, apresentaremos a seguir alguns exemplos.

1. Científico

Os paradigmas científicos servem para que os cientistas solucionem problemas teóricos e práticos, baseados em um método específico. Seus processos definidos, portanto, respeitam regras para alcançar soluções.

Em geral, os paradigmas científicos baseiam-se em três correntes: o método científico, a teoria da evolução e a mecânica newtoniana. Essas correntes se aplicam a áreas mais específicas dentro da ciência, como biologia, geologia e física, por exemplo.

2. Paradigma de acordo com as Ciências Humanas

Nas ciências humanas, como um campo muito amplo, é possível verificar vários paradigmas das áreas de Antropologia, Economia, História e Sociologia.

Nesses casos, ele abrange diversas teorias, que se complementam para apresentar uma visão do mundo que leva ao conhecimento do real.

3. Paradigma de acordo com a Filosofia

Segundo a visão de Platão, em sua “Teoria das Ideias”, o paradigma é um modelo ideal que representa as coisas concretas do mundo.

Já na Filosofia contemporânea, voltamos ao conceito de Thomas Kuhn, como uma estrutura mental construída por teorias, experiências e métodos que organizam a realidade.

Podemos dizer que Platão e Kuhn concordam com a ideia de que o paradigma em sua função normativa, tem autoridade exercida por um período.

4. Paradigma Social

Quando falamos em paradigma social, podemos pensar em uma visão de mundo mais difundida e defendida pela grande maioria das pessoas. Isso, obviamente, se aplica na vida pessoal e profissional. Ou seja, chega também nas organizações e relações de trabalho.

Atualmente, sabemos que eles podem ser considerados conjuntos de regras e práticas que, pode serem influenciados pela sociedade, pela cultura e pela ciência, e mudam de tempos e tempos.

Nesse sentido, ao perceber a nossa realidade, podemos afirmar que nossos valores, nossos hábitos contribuem nos paradigmas “em vigor”.

Quebra de Paradigmas

Ao falar em mudança, precisamos entender, então, o que é a “quebra de paradigmas”. Bem, como dissemos que eles são influenciados pela sociedade, a cultura, a ciência, fica mais fácil entender como essa quebra se dá.

No ambiente das empresas, alguns pontos podem reforçar essa quebra, como o desenvolvimento tecnológico, ou até por novas metodologias (como a Filosofia Lean, por exemplo) que afetam os processos de trabalho e de produção de bens e serviços.

Isso pode ser visto com resistência por alguns, mas é uma maneira de adequar as empresas à realidade do mercado, da tecnologia, da sociedade e do mundo.

Conclusão

Podemos perceber que os paradigmas têm mudado, nossa sociedade muda, a tecnologia se aprimora e tudo isso leva ao enriquecimento de conhecimento também para organizações avaliarem seus processos para torná-los, a cada dia, mais eficientes.

Portanto, olhar e entendê-los, juntamente com suas mudanças, é fundamental para trabalhar no mundo atual. Essa ação exige que as organizações e seus profissionais não se permitam permanecer na zona de conforto, mas constantemente atentos ao que acontece à sua volta.

Para continuar bem informado sobre temas atuais, acompanhe nossas publicações aqui no blog e também nas nossas redes sociais. Além disso, conheça nossos cursos online que oferecemos para você aprimorar sua trajetória profissional.

Gostou desse post? Então Compartilhe !

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Witi
Vou te ajudar a interligar
sua empresa ao novo
mercado de trabalho